Fórum de Transparência, Participação e Controle Social

A Sociedade no Acompanhamento e Controle da Gestão Pública


New Document 1ª Consocial
Apresentação
Delegados Nacionais
Adesões Estaduais
Vídeos
Reunião online
Home


Propostas:

Nacional
Acre
Alagoas
Amapá
Amazonas
Bahia
Ceará
Distrito Federal
Espírito Santo
Goiás
Maranhão
Mato Grosso
Mato Grosso do Sul
Minas Gerais
Pará
Paraíba
Paraná
Pernambuco
Piauí
Rio de Janeiro
Rio Grande do Norte
Rio Grande do Sul
Rondônia
Roraima
Santa Catarina
São Paulo SPO
Sergipe
Tocantins

Contato: andre61@gmail.com

Senado italiano aprova projeto que reforma Parlamento
08/08/2014 Sexta-Feira

Projeto de lei gerou fortes debates e controvérsias no país

(ANSA) - O projeto de lei que prevê reformas constitucionais no Parlamento da Itália foi aprovado nesta sexta-feira (8) pelo Senado, por 183 votos a favor, nenhum contrário e quatro abstenções.

"Levará tempo, será difícil e haverá tropeços, mas ninguém pode deter a mudança que foi iniciada hoje", comemorou o primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, em seu Twitter.

O premier defende que o projeto de lei que acaba com o bicameralismo paritário aumentará a eficiência da Itália, diminuirá os custos da máquina pública e responderá à insatisfação com a ineficácia na resolução de problemas econômicos, além de combater a corrupção e privilégios políticos.

A parte central do projeto de lei, que tem sido batizado de "Boschi", em referência à ministra para as Reformas Constitucionais Maria Elena Boschi, é a reforma do Senado, enxugando o número de representantes de governos locais, dando poderes legislativos mínimos para apressar e facilitar a aprovação de leis. Com isso, o Senado teria no máximo 100 membros, contra os 315 atuais. (ANSA)

Fonte: ANSA
PARABÉNS - Senado Italiano corta na própria carne: os projetos não mais precisarão passar pelo senado, somente na "câmara", diminuem o número de senadores em 2/3..
Fonte: http://www.jornalbrasil.com.br/?pg=desc-noticias&id=144086