Fórum de Transparência, Participação e Controle Social

A Sociedade no Acompanhamento e Controle da Gestão Pública


New Document 1ª Consocial
Apresentação
Delegados Nacionais
Adesões Estaduais
Vídeos
Reunião online
Home


Propostas:

Nacional
Acre
Alagoas
Amapá
Amazonas
Bahia
Ceará
Distrito Federal
Espírito Santo
Goiás
Maranhão
Mato Grosso
Mato Grosso do Sul
Minas Gerais
Pará
Paraíba
Paraná
Pernambuco
Piauí
Rio de Janeiro
Rio Grande do Norte
Rio Grande do Sul
Rondônia
Roraima
Santa Catarina
São Paulo SPO
Sergipe
Tocantins

Contato: andre61@gmail.com
08/02/2014 09:34
Capa da France Football sobre a Copa no Brasil
http://forum.esporte.uol.com.br/capa-da-france-football-sobre-a-copa-no-brasil_t_2920094


Manifesto da Comunidade Brasileira em Paris: "Que país é esse????"

Leiam, divulguem, compartam, faça sua parte, precisamos de você!

A consciência é a primeira etapa da mudança.

Não estamos a serviço de ninguém, só queremos um Brasil melhor.
---------------------------------------------------------

A renomada revista FRANCE FOOTBALL traz sempre belíssimas capas, ilustradas com fotos de lances sensacionais, gols, voleios, troféus, torcidas celebrando com suas bandeiras, etc... mas esta semana veio com uma "Edição de Luto".

A capa toda negra, onde se lê "Peur sur le Mondial", algo como: "O mundial do medo", sendo que a letra "O" da palavra "mondial" está a bandeira do Brasil, e onde deveria estar escrito "Ordem e Progresso", foi colocada uma tarja negra. (foto ilustrativa)

No subtítulo diz: Atingido por uma crise econômica e social, o Brasil está longe de ser aquele paraíso imaginado pela FIFA para organizar uma Copa do Mundo, a menos de 5 meses do mundial, o Brasil virou uma terrível fonte de angústia.

A revista FF é a mais respeitada publicação de futebol no mundo. O prêmio "Ballon d'Or", foi criado por ela, e a FIFA teve que pagar para ter o direito de promover tal prêmio. Também foi dela a série de reportagens que culminaram na suspensão do campeonato Italiano de 2005/06, assim como as denúncias de corrupção que resultaram na queda de João Havelange.

A revista pode ser acessada no site: www.francefootball.com mas apenas se vê a capa, a reportagem, de 12 páginas, não está liberada no Brasil.

ALGUNS FATOS SOBRE A COPA:

POLÍTICA:

- Apesar do lema brasileiro: "Ordem e Progresso", o que menos se vê na preparação deste mundial, é Ordem ou Progresso.

- A FIFA não pediu o Brasil para sediar a Copa, foi o Brasil que procurou a FIFA e fez a proposta.

- A corrupção no Brasil é endêmica, do povo ao governo.

- A burocracia é cultural, tudo precisa ser carimbado, gerando milhões para os Cartórios.

- Tudo se desenvolve a base de propinas.

- Todo o alto escalão do governo Lula está preso por corrupção, mas os artistas e grande parte da população acham que eles são honestos, e fazem campanhas para recolher dinheiro para eles.

- Hoje, tudo que acontece de errado no Brasil, a culpa é da FIFA, antes era dos EUA, já foi de Portugal, o brasileiro não tem culpa de nada.

- O Brasileiro dá mais importância ao futebol do que à política.

- O Brasileiro elege jogadores de futebol para cargos públicos.

- Romário (ex-Barcelona) é hoje deputado. Aproveita o descontentamento com a Copa para se auto-promover, mas nunca apresentou um projeto de lei sobre saúde ou educação. Sua meta é dar ingresso da Copa para pobre(como se essa fosse a prioridade para um pobre brasileiro)

- O Deputado mais votado do Brasil é um palhaço analfabeto e banguela, que faz uma dança ridícula, com roupas igualmente ridículas, e seu bordão é: "pior que está não fica". Será?

- Em uma das músicas deste palhaço analfabeto ele diz: "Ele é ladrão mas é meu amigo!", Isso traduz bem o espírito do Brasileiro. ( http://letras.mus.br/tiririca/176533 )

- Brasileiros se identificam com analfabetos.

- A carga tributária do Brasil é altíssima maior que a da França, e os serviços públicos são péssimos comparáveis aos do Congo.

- Mas o Brasileiro médio pensa que ele mora na Suíça. Quem está lá, na verdade, é a FIFA.

- Há um dito popular que diz que "Deus é brasileiro".

- A FIFA, como imagem institucional, busca não associar-se a ditaduras. Tanto que excluiu a África do Sul na época do Aparthaid e, ao contrário do COI, recusou a candidatura da China, apesar das ótimas condições que o país oferecia. Mas o Brasil, sede da Copa, vive um caso de amor com ditaduras.

- O Brasil pleiteava uma cadeira no Conselho de Segurança da ONU, para sentar-se ao lado França, mas devido ao seu alinhamento com ditaduras, a França já se manifestou contrariamente.

- A Presidente Brasileira parece estar alienada da realidade e diz que será o melhor mundial de todos os tempos, isso, melhor que o do Japão, dos EUA, da França, da Alemanha. http://www.youtube.com/watch?v=urmR5fXMJu8
- Só ela pensa assim, na FIFA se fala em maior erro estratégico da história da Instituição.

CONFRONTOS:

- Ano passado os brasileiros saíram as ruas para manifestar, pela primeira vez se viu um movimento assim num país acostumado a inércia, mas o Governo disse que eles eram baderneiros e reprimiu o movimento com violência. 2 mortos, mais de 2000 feridos, mais de 2000 prisões. Ninguém responsabilizado...

- Há um movimento chamado "Black Blocs" que ameaça revidar a violência do Governo.

- Há um # hastag que já foi repetido mais de 500.000.000 de vezes em redes sociais e ameaça #naovaitercopa

- Os próprios brasileiros pedem para os estrangeiros não irem para o Brasil. Há milhares de vídeos feitos por brasileiros neste sentido : http://www.youtube.com/watch?v=0A-mFVEE7Ng
- O governo brasileiro acaba de gastar 400milhões de Euros com compras de armas para a polícia e disse estar disposto a colocar o exército na rua para proteger a Copa contra os.... Brasileiros (???) Isso mesmo, o governo está ameaçando seu próprio povo.

- Há um movimento de alguns jogadores de futebol, liderado pelo ídolo do Lyon (França) Juninho Pernambucano, chamado "Bom Senso", pedindo conscientização dos jogadores.

- Analisando os países sedes desde 1970, o número de mortes em estádios, nos 16 anos prévios a cada edição da Copa:

México: (1970): 06 mortes;
Alemanha (1974): 00 mortes;
Argentina (1978): 04 mortes;
Espanha (1982): 00 mortes;
México (1986): 12 mortes;
Itália (1990): 00 mortes;
EUA (1994): 00 mortes;
França (1998): 00 mortes;
Japão (2002): 00 mortes;
Coreia do Sul (2002): 00 mortes;
Alemanha: (2006): 00 mortes;
Africa do Sul: (2010): 17 mortes;
Brasil: (2014): 234 mortes;

- http://www.youtube.com/watch?v=8bn17OLPyOY

OBRAS:

- O Brasil foi o país que teve mais tempo na história de todos os mundiais para prepará-lo: 7 anos, mas o Brasil é o mais atrasado.

- O Francês Jérome Valcke, secretário geral da FIFA criticou o Brasil pelos atrasos. O governo brasileiro disse que não conversaria mais com Jérome Valcke.

- A França teve apenas 3 anos, e finalizou as obras 1 ano e 2 meses antes.

- A África do Sul teve 5 anos, e terminou com 5 meses de antecedência.

- Há pouco mais de 3 meses da Copa, o Brasil ainda tem que fazer 15% do previsto.

- O custo do "Stade de France" foi de 280 milhões de Euros(o mais caro da França), uma vergonha se comparado ao "Olimpiastadium" sede da final da Copa da Alemanha em 2006, que consumiu menos de 140 milhões de Euros.

- Mas perto do Brasil isso não é nada. Cada estádio custa em média mais de 1/2 bilhão de Euros.

- E o dinheiro sai do bolso do Brasileiro. Tudo é financiado com recursos públicos. Na França tudo foi financiado com recursos privados.

- Mas o custo não é alto porque os trabalhadores recebem muito. Os trabalhadores recebem salários de fome.

- As empreiteiras é que ganham muito e há muita corrupção para os políticos.

- Não há segurança para os trabalhadores, acidentes e mortes são comuns. Na França o número de mortes nas construções foi 0(zero)

- Mesmo com os milhões a mais, os Estádios são ruins.

- Em 2007 o Brasil construiu um estádio para o Panamericano do Rio e homenageou quem???? Um diretor da FIFA, um brasileiro, corrupto para variar: João Havelange! No Brasil corruptos recebem homenagens.

- O estádio era tão ruim que não durou nem 6 anos. Isso mesmo, 6 anos....

- Hoje o estádio está interditado e não recebe mais jogos. Detalhe: custou mais de 150 milhões de Euros(mais do que o Estádio do Olympic de Marseille), e hoje serve de ninho para pombos.

- Na França, os Estádios são multi-uso, servem para competições olímpicas, jogos de Rugby, e são centro de lazer, com lojas e restaurantes e estacionamento nos outros dias da semana. No Brasil são usados só para jogos.

- Em Brasília estão construindo um Estádio para 68.000 pessoas, sendo que o time local está na quarta divisão do campeonato brasileiro e tem média de público de 600 pagantes. Tudo com financiamento público.

- Em São Paulo há 2 estádios, Morumbi e Pacaembú, ao invés de reformá-los, construíram um 3o. estádio, Itaquerão, 23km do centro da cidade e sem metrô até lá.

- O ex-presidente Lula, torcedor do Corinthians, empenhou-se pessoalmente para que construíssem este estádio em vez de reformar um dos outros 2 já existentes.

- Exceto seus correligionários, ninguém acredita que Lula foi movido por amor ao "Timão" .

- Lula é amigo íntimo de Marcelo Bahia, Diretor da Odebrecht, vencedora da licitação. Um reforma custaria menos de 100 milhões de Euros, um novo estádio tinha previsão de custo inicial de 300 milhões de Euros (mas já passou de 500 milhões) um dos mais caros da história da humanidade. Lula e Marcelo são constantemente vistos em caríssimos restaurantes de Paris, tomando bons vinhos franceses. Lula, claro, se declara socialista.

- Este estádio é igualmente ruim, alagamento, péssima infraestrutura, e antes mesmo de inaugurar já caiu, matando funcionários. vide: http://oglobo.globo.com/esportes/video-mostra-momento-do-acidente-no-itaquerao-10911765

TRANSPORTES:

- A atual presidente Dilma Rousseff garantiu que faria um trem-bala, nos moldes do TGV Francês, que ligaria 4 cidades-sede: SP-RJ-BH-Brasilia. A promessa está gravada em redes sociais. (http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,governo-garante-trem-bala-pronto-ate-a-copa-de-2014,381839,0.htm )

- Em 2009 foram aprovados 13 bilhões de Euros no PAC, uma soma gigantesca de dinheiro, suficiente para construir um TGV de Paris a Cabul no Afeganistão. Nunca se viu um orçamento tão alto.

- Mas o dinheiro desapareceu e nem um único centímetro do TGV brasileiro foi construído.

- Nenhum brasileiro cobra da Dilma a responsabilidade sobre a promessa do trem bala.

- Nenhuma das cidades-sede tem metrô até o Aeroporto.

- O taxis são caríssimos e os taxistas fazem trajetos mais longos com os estrangeiros que não conhecem a cidade.

- Aprenda Português pois os Taxistas não falam nem espanhol, francês não existe. Inglês nem pensar???

- Para os taxistas não há cursos de inglês financiados pelo governo, mas para as prostitutas sim. Parece piada, mas é verdade: ( vide: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2013/01/1211528-prostitutas-de-bh-tem-aulas-gratis-de-ingles-para-se-preparar-para-a-copa.shtml)

- É assim que o Brasil está se preparando para receber os turistas, ensinando inglês para as prostitutas. Pergunte se há um programa assim para policiais???

- Metrôs não funcionam bem, não cobre nem 10% das cidades ou simplesmente não existem.

- Os ônibus são precários, com muitos atrasos.

- O sistema de ônibus é complicadíssimo e ineficiente.

- Diariamente os ônibus são atacados por gangues que lhes ateiam fogo sob ordem de criminosos ou simplesmente para protestar.

- Às vezes não dá tempo do passageiro sair correndo e morre carbonizado.

- Ninguém é preso, mas as autoridades dizem: "estamos investigando..."

- O aeroporto da Megalópolis São Paulo tem uma capacidade de receber vôos inferior ao Aeroporto da pequena cidade de Orly, no interior da França.

- Os preços de passagens de aviões dispararam. Por um trajeto de 400km chegam a cobrar 1.000Euros durante a copa.

- Como o Brasil não tem infraestrutura, não aproveitará a alta demanda, devendo permitir que empresas aéreas estrangeiras atuem durante a Copa, o lucro virá para a Europa ou os EUA.

- Aluguel de carros é caríssimo, e, como disse um ex-presidente brasileiro, Fernando Collor, também afastado por corrupção, os carros brasileiros são carroças, sem os principais itens de segurança.

- Muito cuidado ao dirigir, o trânsito é uma selvageria. Sinalização, quando existe, é exclusivamente em português.

- Ônibus lotados a toda velocidade, dividem faixas com carroças, mendigos que puxam carros de ferro-velho, motoqueiros cruzando faixas sem sinalizar, pessoas xingando, engarrafamentos de horas. Em São Paulo chega a passar de 300km de engarrafamento, dentro da cidade, o maior da humanidade.

- Faixa de pedestre não serve para nada, não espere que os carros parem. Atropelam, matam e fogem.

- Não tente andar de bicicleta, será atropelado ou roubado.

- As estradas estão caindo aos pedaços, sem sinalização e o número de mortes em acidentes de trânsito em 2008 foi de 57.166, na França, 399, ou seja, quase 15.000% a mais de mortes, e levando em conta que no Brasil não há acidentes por neve ou gelo na pista.

- Apesar do Brasil ser autossuficiente em petróleo e estar do lado de países da OPEP, como Venezuela e Equador, a gasolina uma das mais caras do mundo, e de péssima qualidade, misturada com etanol e solvente de borracha, não há fiscalização nos postos.

- Mas o Brasileiro defende o monopólio do petróleo. É o único país do mundo onde os consumidores acham que o monopólio é bom para o consumidor, e não para o monopolista.

- Não existe transporte fluvial, apesar de ser o país com mais rios no mundo. O Brasil deveria investir em barcos, todo ano as cidades alagam. Vide http://www.youtube.com/watch?v=aNHnPUcZOFA

- As autoridades dizem que foram pegas de surpresa!

- Não há transporte por trens.
  SAÚDE:
Reze para não ter problemas de saúde enquanto estiver alí.
- Vacina contra febre amarela é recomendada.
- Use repelentes, no Brasil ainda há pessoas morrendo com dengue, malária ou doença de chagas, já erradicadas na França no século XVIII.
- Faça um seguro de saúde privado antes de ir ao Brasil.
- Médicos privados cobram mais de 100Eurs por consultas de 20 minutos.
- Os hospitais públicos são péssimos. vide http://www.youtube.com/watch?v=cE9znkKV--k  comparáveis a zonas de guerra.
- Nos últimos 10 anos o número de leitos em hospitais públicos caiu 15%. vide http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/em-11-anos-taxa-de-leitos-hospitalares-caiu-15-no-brasil-o-bravateiro-no-entanto-dava-licoes-a-obama-vinda-de-cubanos-serve-para-demonizar-medicos-brasileiros-e-e-projeto-ideologico-dos-paises-do/
- O Brasil precisa importar médicos de Cuba, já que não tem competência para formar médicos no próprio país. Acredite: Há um programa governamental para isso.
- O Brasil gasta apenas 4% do seu PIB com saúde, e 12% com pagamentos de funcionários públicos. Nos últimos anos o gasto com funcionários cresceu, e com saúde encolheu.
- A França gasta 12% com saúde e 4% com funcionalismo.
- Resultado: Brasil é 72. entre 100 países pesquisados pela OMS, a França 7.
- O craque Zinédine Zidane já era mal visto no Brasil, por ser responsável direto por 2 derrotas humilhantes da “canarinha” em mundiais. Ao saber que o Brasil sediaria a Copa, Zidane afirmou que o Brasil tinha outras prioridades, como a saúde, não os Estádios.
- Ronaldinho Fenômeno rebateu a frase dizendo que “não se faz copa com hospitais”. vide http://www.youtube.com/watch?v=uRRoXJQf8f0  - A frase de Ronaldinho Fenômeno virou hit no Twitter e record e visualizações no youtube.
- O Pelé pediu para os Brasileiros esquecerem os problemas e curtirem a Copa.

HOSPEDAGEM:
Paris é a cidade mais visitada do mundo, com quase 20 milhões de turistas / ano. São Paulo é menos visitada que a pequena Benidorm na Espanha, ou que a cinza Varsóvia, na Polônia ou a poluída Chenzen na China.
- São Paulo perde para Buenos Aires, Cuzco e outras cidades Sulamericanas.
- Nem no Brasil é a mais visitada. Ninguém faz turismo em São Paulo.
- Amarga o posto 68 na lista das mais visitadas do mundo.
- No entanto, um hotel em São Paulo custa em média 40% mais do que se hospedar em um equivalente hotel em Paris.
- Na época da Copa, um hotel de baixa qualidade em São Paulo chega a pedir 800Eurs por noite.
- Os brasileiros não tem hábito de intercambiar casas, alugar sofás ou hospedar pessoas por sites em internet.
- Leve adaptador de tomada. O Brasil adotou um sistema que só existe no Brasil, e muda a cada 4 ou 5 anos, gerando milhões para algumas empresas.

TELECOMUNICAÇÕES:
Minuto de celular mais caro do mundo. vide http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/10/1352956-minuto-do-celular-no-brasil-e-o-mais-caro-do-mundo.shtml
- O sinal é péssimo, um dos piores do mundo.
- 4G não existe na maioria das cidades.
- A internet é horrível e caríssima. Para o Brasil chegar aos níveis do Iraque deveria dobrar o investimento em banda larga. vide http://veja.abril.com.br/noticia/vida-digital/conexao-de-internet-no-brasil-e-mais-lenta-que-no-iraque-e-cazaquistao

SEGURANÇA:
Se você não gostou do que leu até agora, o pior está aqui.
- No Brasil há mais assassinatos que na Palestina, no Afeganistão, Síria e no Iraque JUNTOS.
- No Brasil há mais assassinatos que em toda a AMÉRICA DO NORTE + EUROPA + JAPÃO + OCEANIA.
- A guerra do Vietnã matou 50.000 pessoas em 7 anos. No Brasil se mata a mesma quantidade em um ano.
- Ano passado foram 50.177 segundo o governo, segundo a ONGs superam 63.000 mortes.
- Todo brasileiro conhece alguém que foi assassinado.
- 1% dos casos resultam em prisão.
- Este 1% não chega a cumprir 1/6 da pena, e é beneficiado por vantagens que se dão aos criminosos.
- As prisões parecem masmorras e não recuperam.
- Rebeliões com dezenas de mortos, pessoas decapitadas, esquartejadas são frequentes.
- Recomenda-se levar uma pequenas quantidade de dinheiro para caso de assaltos. É comum assassinarem as pessoas que nada tem para o assalto.
- Não leve o cartão consigo, você pode ser vítima de uma espécie de sequestro que só tem no Brasil: “Sequestro Relâmpago”.
 - Não use relógios, máquinas fotográficas, celulares, pulseiras, brincos, colares, anéis, bolsas caras, bonés caros, óculos caros, tênis caro, etc… vista-se da forma mais simples possível.
- Se for assaltado, não reaja.
- Não ande pelas ruas após as 22hs.
- Caixas eletrônicos não funcionam após as 22h30, devido aos assaltos. Os políticos, no lugar de aumentar a segurança, tiveram a brilhante idéia de proibir o cidadão de bem de tirar dinheiro do caixa.
- Os bancos fecham as 16hs.
- Só faça câmbio em bancos ou casas autorizadas. Existe uma grande quantidade de moeda falsa e estrangeiros são alvo fácil.
- Policiais são monoglotas. Aprenda frases como: “Eu fui assaltado”; “preciso de ajuda”, “estou ferido”, “sou francês, leve-me ao consulado por favor” - Há falsas blitz para assaltar pessoas.

CONCLUSÃO:
O que falta no Brasil é educação. Os números são assustadores, mesmo quando comparados com seus vizinhos sulamericanos.
- O Brasil tem uma porcentagem de universitários menor que o Paraguai;
- Apenas 3% dos Brasileiros são bilingues.
- A Argentina tem 5 prêmios Nobel, a Colombia 3, o Chile 3, a Venezuela 1, a Colombia 4, o Brasil??? Zero!
- Entre as 300 melhores Universidades do mundo, não tem nenhuma Universidade Brasileira.
- O país tem 9% de analfabetos;
- No Brasil há 33.000.000 de analfabetos funcionais.
- Ano passado surgiram 300.000 novos analfabetos.
- No ranking da ONU de 2012 o Brasil, que já estava mal colocado, caiu mais 3 posições, e hoje é o número 88 no mundo. (A França é 5.)
- O Brasil fica atrás de Belize, Ilhas Fiji, Tchad, Azerbaijão, Ilhas Maurícios, Uzbequistão, Mongólia, Paraguai, Trinidad e Tobago, Belarus, Tijiquistão, Botswana, São Tomé e Príncipe, Namíbia, Santa Lúcia, Moldavia…. até atrás da Palestina em guerra, o Brasil conseguiu ficar.
 

 

Será verdade que foi publicada uma matéria falando mal da Copa do Mundo no Brasil em uma das revistas mais conceituadas do mundo?


Cuidado! Texto da France Football que circula no Facebook é falso
Do UOL, em São Paulo
25/02/2014

Uma reportagem da revista francesa France Football, edição de 28 de janeiro de 2014, virou febre para alguns usuários do Facebook. Há quase um mês, um post já foi compartilhado mais de 200 mil vezes com informações erradas sobre o conteúdo escrito pelos jornalistas Éric Champel, Éric Frosio e François Verdenet.

O  UOL Esporte leu e já relatou a reportagem nas seguintes matérias O que a imprensa internacional faz para (tentar) entender o Brasil da Copa e  Blatter diz que Copa no Brasil está mais atrasada que a da África do Sul. Abaixo, você verá o confronto do que diz a matéria francesa e o post apócrifo divulgados por vários perfis do Facebook, alguns com centenas de milhares de compartilhamentos. Até o apresentador Fernando Vannucci o fez, gerando mais de 25 mil compartilhamentos.

A tradução começa com as seguintes frases "Revista francesa, resume o Brasil em todos os sentidos. 12 páginas de uma Revista Francesa (France Football) que resumem o Brasil em todos os sentidos". Não há a menção destas frases na revista. O tom da publicação é crítico, sim. Na primeira página da matéria, o texto diz "Brasil, o medo sobre o Mundial. Atraso nas obras dos estádios, aumento dos preços, riscos de novas manifestações nas ruas, grande diferenças de temperatura entre as sedes, o Mundial do Brasil suscita inquietudes a menos de 140 dias da partida de abertura, no dia 12 de junho em São Paulo". Mas não chega perto ao falado e escrito no texto que circula nas mídias sociais. É possível dizer que parte dos temas citados são exageros na tradução e outra parte é inventada e não encontra qualquer relação na reportagem da revista francesa. 

OS EXAGEROS DA TRADUÇÃO

- o alto escalão do governo Lula está preso por corrupção, mas os artistas e grande parte da população acham que eles são honestos, e fazem campanhas para recolher dinheiro para eles". A France Football fala, sim, de corrupção. Mas de forma genérica e não cita artistas, nem qualquer colaboração com Lula. Diz também que a inércia política atrapalha as obras da Copa. E relata, como uma forma de comprovar essa corrupção, que as empreiteiras a cargo da construções dos estádios seriam financiadoras de campanhas eleitorais.

- "O Deputado mais votado do Brasil é um palhaço analfabeto e banguela, que faz uma dança ridícula, com roupas igualmente ridículas, e seu bordão é: "pior que está não fica". Será?  A reportagem não usa o deputado Tiririca, nem cita as roupas do parlamentar, nem as músicas. Mas, para ilustrar o tom das manifestações, descreve um homem (Eron Morais de Melo, um dentista) que se fantasiou de Batman em uma manifestação popular no dia 9 de janeiro. Aliás, logo no primeiro parágrafo. 

- "O que falta no Brasil é educação. Os números são assustadores, mesmo quando comparados com seus vizinhos sul-americanos". A revista não usa essa frase. Para comparar o uso de dinheiro público em obras da Copa com investido na educação afirma que, em 2013, o orçamento federal para a Educação foi de 12,8 bilhões de euros. Para construir e reformar 12 estádios, foram até agora 11 bilhões de euros.

- "O francês Jérome Valcke, secretário geral da Fifa criticou o Brasil pelos atrasos. O governo brasileiro disse que não conversaria mais com Jérome Valcke". A France Football não crava em qualquer momento esse rompimento de relação. Cita, sim, a crítica do secretário-geral da Fifa, mas afirma que, em março de 2012, ele foi "provisoriamente" declarado "persona non grata" por afirmar que os organizadores do Mundial deveriam levar um "chute no traseiro".

AS INVERDADES DA TRADUÇÃO

  • - A imagem atribuída à revista como parte da matéria sobre a Copa por alguns blogs nunca foi publicada pela France Football. A foto mostra Vanessa e Clara, duas integrantes do BBB 14, fazendo topless. Na revista, a foto de abertura é a imagem do guindaste caído no Itaquerão, tragédia que matou dois operários na construção do estádio; 

    - "Reze para não ter problemas de saúde quando estiver no Brasil": a frase não foi publicada pela revista;

    - Lula é amigo íntimo de Marcelo Bahia, diretor da Odebrecht, vencedora da licitação (para construção do Itaquerão). Além de não ter sido publicada pela France Football, a informação é falsa: não houve licitação para construir o estádio corintiano, pois ele é privado. A reportagem faz alusão ao ex-presidente ao dizer que o futuro estádio corintiano é chamado de "Lulão" no bairro "Itaquerão"; 

    - A revista francesa também não fala desta forma dos ataques a ônibus: "Diariamente os ônibus são atacados por gangues que lhes ateiam fogo sob ordem de criminosos. Às vezes não dá tempo do passageiros sair correndo e morre carbonizado";

    - Mais um trecho que não existe: "Ônibus lotados a toda velocidade dividem faixas com carroças, mendigos, motoqueiros cruzando faixas sem sinalizar, pessoas xingando, engarrafamentos";

    - "A atual presidente garantiu que faria um trem-bala, nos moldes do TGV francês, que ligaria 4 cidades-sede: São Paulo, Rio, Belo Horizonte e Brasília". O trecho não foi publicado, e o projeto do governo federal era fazer um trem-bala ligando Rio e São Paulo;

    - "Todo brasileiro conhece alguém que foi assassinado" e "Recomenda-se levar uma pequenas quantidade de dinheiro para caso de assaltos. É comum assassinarem as pessoas que nada tem para o assalto." Não há citações desse tipo na matéria

NÃO ESTÁ NO FACEBOOK, MAS ESTÁ NA FRANCE FOOTBALL

  • - No editorial da edição de 28 de janeiro, o editor da revista, Gérard Ejnès, sugere que a Copa deixará nada além de estádios e bons jogos, ao afirmar que "é de virar o estômago a ideia de uma enorme falha que vamos assistir neste encontro dos sonhos. Haverá estádios suficientes e, no coração desses estádios, belas pelejas. Mas além disso...";

    - Há uma entrevista com Respicio Espirito Santo, especialista em ação civil e professor de engenharia na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), criticando as reformas dos aeroportos e alertando para possíveis falhas: "Os terminais de passageiros não devem ser um problema na Copa. Minha grande preocupação, por sua vez, é o espaço atribuído aos aviões, a definição de posições e as zonas para manobras. Um trabalho que deve ser realizado com minúcia. Eu creio que não será o caso";

    - Os repórteres entrevistam também um representante da Mídia Ninja, Felipe, que afirma; "Os turistas? Eles serão bem recebidos, Eles se beneficiarão da hospitalidade brasileira e presenciarão um espetáculo bacana." E também fala do Rio Surreal, página do Facebook que critica os excessos nos preços na capital fluminense. A matéria diz que um voo do Rio para São Paulo custará 35 euros no dia 10 de maio. "Será faturada 8 vezes mais cara um mês depois 250 euros";

    - Sobre segurança, a revista francesa cita o episódio em que o carro do papa foi travado pela massa no Jornada Mundial da Juventude, em julho de 2013. "Em privado, Valcke não disfarça sua irritação quanto à inércia da força policial local", afirma a revista. Relata que 150 mil militares e policiais serão mobilizados em todo o país. "Serão eles capazes de gerir movimentos de massa e serão eles mais eficazes do que a visita do Papa Francisco?";

    - O texto fala da temperatura e a preocupação dos dirigentes com o clima quente em algumas cidades, como Recife e Manaus. "As temperaturas no Brasil podem ser irritantes", dizem os jornalistas. "Mais do que as temperaturas médias 25 graus, a umidade superior a 80% e radiações do sol são riscos elevados aos atletas. E não é somente em Manaus e Recife", afirmou à revista Vincent Gouttebarge, pesquisador, 38 anos, ex-jogador;

    - A reportagem afirma, categoricamente, que "se a Fifa assume parte da responsabilidade, é porque deixou Ricardo Teixeira agir por tanto tempo sozinho". "[A copa] Era um trampolim para a candidatura de Ricardo Teixeira para 2015 [na presidência da Fifa]";

    - A France Football cita, ainda, que a FFF (Federação Francesa de Futebol) está vendendo duas vezes mais bilhetes do que há quatro anos, na África. A FFF diz que espera 1500 a 2500 mais franceses a cada jogo da França no Mundial do Brasil.


Mundial do Medo: Revista France Football reclama da Copa no Brasil

No  começo de fevereiro de 2014, uma notícia se espalhou pelas redes sociais e em inúmeros sites e blogs. De acordo com o texto, uma matéria teria sido publicada dias antes em uma conceituada revista francesa especializada em futebol onde  3 jornalistas daquele país teriam ridicularizado o Brasil  e os atrasos no andamento das obras para a Copa do Mundo – que será realizada aqui entre os meses de junho e julho de 2014 – além de expor a  precariedade dos serviços de hospitais e infraestrutura do nosso país!

O texto ainda afirma que os repórteres falam sobre a  corrupção do governo Lula e do PT, além de usar como exemplo um deputado palhaço (no caso, o cantor  Tiririca).

Algumas das publicações desse artigo tiveram mais de 45.000 compartilhamentos no Facebook. Muita gente indignada com o tom da matéria que, como é afirmado no texto,  teria ocupado 12 páginas da revista France Football.

Mas será que isso realmente aconteceu?


Capa da revista francesa que teria falado mal do Brasil na Copa! Verdade ou farsa? (foto: Divulgação)

Verdadeiro ou falso?

O autor desse texto que está circulando pela web se aproveitou do fato de ser difícil um leitor brasileiro conseguir acesso ao conteúdo da revista. No  site da France Football  é possível se baixar edições anteriores do periódico, mas  esse serviço não está liberado para visitantes de outros países.

Uma das  características de um bom boato digital, como já mostramos outras vezes aqui no  E-farsas, é que o fato geralmente teria ocorrido bem longe, para ficar difícil do leitor conseguir averiguar.

Mas, com a ajuda de diversos leitores do E-farsas,  conseguimos uma versão em PDF  da tão falada revista e, com a ajuda do  Google Translate  e dois amigos franceses leitores do E-farsas, destrinchamos cada parágrafo da polêmica matéria.

Vamos às partes verdadeiras desse texto:

  • A revista France Football  existe.
  • Na edição da revista do  dia 28 de janeiro de 2014, os jornalistas  Éric Champel, Éric Frosio e François Verdenet  escreveram uma enorme reportagem sobre alguns dos problemas que o Brasil parece estar sofrendo para conseguir deixar tudo pronto para a Copa do Mundo de 2014.
  • A matéria  fala da corrupção no Brasil, dos  atrasos  nas entregas dos estádios e da  falta de infraestrutura  para receber os turistas durante os jogos da Copa.

Agora, as partes distorcidas (por erros de tradução ou acrescentadas intencionalmente)

As duas primeiras páginas da matéria mostram a fachada do estádio de Itaquera, com a lateral da construção quebrada (em decorrência de uma queda de parte da estrutura do teto, que matou 2 funcionários da obra em novembro de 2013). Nessas páginas há apenas uma introdução que diz:

Brasil, o medo sobre o Mundial. Atraso nas obras dos estádios, aumento dos preços, riscos de novas manifestações nas ruas, grande diferenças de temperatura entre as sedes, o Mundial do Brasil suscita inquietudes a menos de 140 dias da partida de abertura, no dia 12 de junho em São Paulo

O texto que circula pelo Facebook diz:

“12 páginas de uma Revista Francesa (France Football) que resumem o Brasil em todos os sentidos”

Só nessa primeira parte já podemos notar certa discrepância entre o que foi publicado na revista e o que foi espalhado aqui. Além disso, são 10 páginas de matéria e não 12, como foi afirmado. Dessas 12 páginas, 2 são apenas com uma foto do estádio do Itaquerão com um pequeno texto.


Páginas iniciais da matéria publicada na France Football mostra estádio Itaquerão em obras! (foto: Reprodução)

Prosseguindo, temos:

 ”[...] Todo o alto escalão do governo Lula está preso por corrupção, mas os artistas e grande parte da população acham que eles são honestos, e fazem campanhas para recolher dinheiro para eles

A reportagem da France Football  fala de corrupção, mas tudo é dito de maneira genérica. Em momento algum é citada alguma participação do ex-presidente Lula, do PT, ou de outros partidos.

Outro trecho que foi adaptado do original é:

 “O Deputado mais votado do Brasil é um palhaço analfabeto e banguela, que faz uma dança ridícula, com roupas igualmente ridículas, e seu bordão é: ‘pior que está não fica’”.

Da mesma forma que no parágrafo anterior,  não encontramos nenhuma menção ao Deputado Tiririca  e tampouco das suas roupas e das suas músicas. A France Football fala de um dentista que se fantasiou de Batman em uma manifestação que ocorreu no dia 9 de janeiro. Isso, para mostrar o tom das manifestações que estão ocorrendo aqui no Brasil!

Em outro parágrafo, o texto que se espalhou pela rede afirma:

“Reze para não ter problemas de saúde quando estiver no Brasil [...]“

Não encontramos a frase na matéria da revista.  Provavelmente, o tradutor deve ter se empolgado. O exagero persiste em outros trechos, como esses:

“Ônibus lotados a toda velocidade dividem faixas com carroças, mendigos, motoqueiros cruzando faixas sem sinalizar, pessoas xingando, engarrafamentos [...] Todo brasileiro conhece alguém que foi assassinado [...] Recomenda-se levar uma pequenas quantidade de dinheiro para caso de assaltos. É comum assassinarem as pessoas que nada tem para o assalto.”

Sabemos que  isso existe mesmo em diversas cidades do Brasil, mas não há nada parecido na reportagem da France Football. Quem acrescentou esses trechos falsos no artigo sequer teve o cuidado de corrigir a ortografia do seu próprio texto…

Algumas publicações no Facebook mostram duas moças correndo, com as mãos tampando os seios e afirma que essa foto faria parte da matéria da France Football. As garotas são, na verdade, integrantes do BBB 14 Vanessa e Clara. Não há nenhuma fotografia sequer semelhante na revista.Imagem associada à matéria da France Football é, na verdade, de um trecho do BBB 14 (foto: Reprodução/Facebook)

 

Trechos que estão na revista e que não estão no texto que se espalhou na web

Apesar do autor do texto apócrifo  ter inventado dezenas e dezenas de parágrafos, há muita coisa que foi publicada pela revista France Football que não foi “aproveitada” pelo boateiro. Alguns exemplos são:

  • A revista afirma que  150 mil militares e policiais já estão escalados em todo o país, mas questiona se eles serão mais eficazes do que foram durante a visita do Papa Francisco;
  • Os jornalistas franceses também se perguntam se  a diferença de temperatura entre as cidades sedes dos jogos não irá atrapalhar o rendimento dos atletas. “As temperaturas no Brasil podem ser irritantes”, dizem os repórteres.
  • Ah! A matéria da revista francesa também questiona se a  Copa do Mundo no Brasil não seria um trampolim para a candidatura de Ricardo Teixeira  à presidência da FIFA.

Conclusão

O texto que circula pela web sobre uma matéria publicada numa revista francesa  não é totalmente falso, mas é exagerado. Claro,  o Brasil tem muitos problemas  (e quem não os tem?), mas acontece que alguém (ou “alguéns”) deve ter lido uma reportagem que saiu na France Football em janeiro de 2014 e resolveu não apenas traduzir o artigo, como também  acrescentar inúmeros parágrafos de sua cabeça  e espalhou a notícia pela web. Cada blog e site que a republicou, acabou por acrescentar outros pontos e o texto que lemos hoje em dia quase não tem nada do original. Quem se lembra da brincadeira do telefone-sem-fio?

Matéria falsa da France Football sobre Copa no Brasil circula na web

Publicação francesa fez uma matéria onde criticou duramente o Brasil. Entre os fatores citados estão que Romário quer se autopromover, Tiririca exalta os ladrões, Brasil teve mais mortes que outros países, há cursos de inglês para prostitutas. Em resumo, Brasil não é um país sério.

Que o Brasil é realmente um país cheio de problemas todo mundo já sabe. Também já é sabido que o país tupiniquim será sede da próxima Copa do Mundo em junho desse ano, e toda sede de um grande evento mundial é alvo das especulações e falatório por parte da imprensa do mundo todo.

Em janeiro de 2014, a revista francesa  France Football (especializada em futebol)  fez uma matéria expondo todas as do Brasil fragilidades para seus leitores e comparando o Brasil com o país europeu. O  Boatos.org conseguiu ter acesso à matéria  e separou os principais tópicos da publicação neste link.

Após a publicação, vários sites brasileiros, se aproveitando da situação, fizeram um texto com críticas pesadas a muitos problemas dos país. E logo um texto gigante com diversos tópicos começou a ser compartilhado em redes sociais.  Você pode ler o texto na íntegra neste link.

Mas será que o texto que circula por redes sociais é realmente o que foi escrito pela France Football? A resposta é não. No texto que está sendo reproduzido no Brasil há pontos que nunca foi reproduzido na revista francesa. A revista faz críticas sim ao nosso país, mas não chega ao ponto de falar do deputado Tiririca associando a sua música à imagem do brasileiro.

Outros “fatos” atribuídos à revista falam que o ex-jogador e deputado Romário quer se autopromover, que Lula escolheu a Arena Corinthians porque é corintiano, que Brasília fez um estádio de 68 mil pessoas e tem um time com média de público de 600 pessoas, que prostitutas recebem curso de inglês e que o Brasil teve mais mortes no estádio do que em outros países.

Note que não estamos discutindo o mérito do que foi escrito de verdadeiro na mensagem que roda a internet (até porque há verdade, exageros e muito senso comum nela). Só estamos atestando que a France Football não escreveu críticas nesse sentido.

Além disso, dois outros fatores entregam a “matéria divulgada na internet”: o excesso de hiperlinks no texto (será que a France Football iria fazer isso?) e a não citação dos personagens que aparecem no texto.

Na matéria original (não publicamos a matéria por respeito aos direitos autorais da publicação separamos os principais tópicos neste outros link), a parte mais pesada da revista é quando um sociólogo BRASILEIRO fala dos atrasos da copa e afirma que não terá nenhum legado na copa do mundo. Detalhe: no texto que roda a internet não há nada que fale nisso. Também não cita o outro entrevista da matéria: Joseph Blatter, presidente da Fifa.

O artigo original trás como título: Brasil teme o mundial. A linha fina diz:  atrasos nas fases de entrega, aumento dos preços, risco de novos protestos de rua, grandes diferenças de calor entre os locais. O Mundial do Brasil está causando preocupação a 140 dias do jogo de abertura no dia 12 de junho, em São Paulo.

Em resumo, a revista fala do medo que se tem para a realização da Copa do Mundo no Brasil, pois com os atrasos nos estádios e em obras de infraestrutura causa pavor em toda a população mundial. O autor da matéria (a de verdade) aponta que trazer a Copa para o Brasil pode ter sido um erro estratégico. Não só por todos os problemas estrturais, mas também pelo clima quente em alguns estados.

Como a matéria é de um país europeu e a publicação é de renome internacional (vale lembrar que a France Footballentrega um dos prêmios mais importantes do futebol mundial), esperto se aproveitou para fazer um alarde sobre a publicação.

O mais engraçado de tudo isso é como se aumenta o conto é como se em nosso país tropical se seguisse o bordão de um famoso ‘especialista de celebridades’ da televisão que diz ‘eu aumento, mas não invento’.  Claro que somos o espelho do mundo, principalmente por conta dos nossos grandes eventos, mas às vezes tem coisas que precisamos desconfiar e prestar atenção.

Leia nos links abaixo, o texto que está circulando na internet e a tradução dos principais tópicos da France Football e tire as suas conclusões.

Leia na íntegra o texto falso atribuído a Revista France Football ao Brasil

Leia na íntegra a tradução de parte da matéria da France Football sobre a Copa no Brasil