Fórum de Transparência, Participação e Controle Social

A Sociedade no Acompanhamento e Controle da Gestão Pública


New Document 1ª Consocial
Apresentação
Delegados Nacionais
Adesões Estaduais
Vídeos
Reunião online
Home


Propostas:

Nacional
Acre
Alagoas
Amapá
Amazonas
Bahia
Ceará
Distrito Federal
Espírito Santo
Goiás
Maranhão
Mato Grosso
Mato Grosso do Sul
Minas Gerais
Pará
Paraíba
Paraná
Pernambuco
Piauí
Rio de Janeiro
Rio Grande do Norte
Rio Grande do Sul
Rondônia
Roraima
Santa Catarina
São Paulo SPO
Sergipe
Tocantins

Contato: andre61@gmail.com

Em 2030, São Paulo terá mais idosos que jovens, diz Seade
Daqui a 16 anos, quando a população chegará a 12.242.972, haverá 20,1% de idosos e 13,18% de jovens
22 de janeiro de 2014
Luciano Bottini Filho - O Estado de S. Paulo
http://www.estadao.com.br/noticias/cidades,em-2030-sao-paulo-tera-mais-idosos-que-jovens-diz-seade,1121482,0.htm


SÃO PAULO - A proporção de jovens e idosos na capital de São Paulo vai se inverter em 2030, segundo uma projeção da Fundação Sistema Estadual de Análise Dados (Seade). Hoje, a cidade tem 19,73 % de pessoas com até 15 anos e 13,18 % com mais de 60 anos, para o total de 11.513.836 de habitantes. Em 2030, quando a população chegará a 12.242.972, haverá 20,1% de idosos e 13,18% de jovens.

A idade média na capital deverá aumentar 4,37 anos
Pelo estudo, nos próximos 16 anos, haverá crescimento anual de 45.571 pessoas e crescimento médio de 0,38%, com o envelhecimento constante dos cidadãos paulistanos. Esse aumento de idade média deverá ocorrer em praticamente todos os distritos da cidade, segundo a Seade.

A idade média na capital deverá aumentar 4,37 anos, ao passar de 34,71 anos, em 2014, para 39,08 anos, em 2030. O envelhecimento maior pela idade média dos moradores será nos distritos de Vila Andrade (6,03 anos) e Anhanguera (5,91 anos), e os menores no Pari (2,38 anos) e Belém (2,42 anos).

Daqui a 16 anos, os distritos com as maiores idades médias da população deverão ser os mesmos de hoje: Alto de Pinheiros (42,48 anos e 47,23 anos, respectivamente) e Jardim Paulista (42,32 anos e 47,00 anos).

Atualmente, a Consolação é o distrito com menos jovens, com 9,5% de pessoas nessa faixa etária. No primeiro lugar hoje aparecem Parelheiros e Jardim Ângela, com 25% da população. No futuro, Consolação e Alto de Pinheiros serão os distritos com menos jovens (10,4% e 10,3% respectivamente).