Fórum de Transparência, Participação e Controle Social

A Sociedade no Acompanhamento e Controle da Gestão Pública


New Document 1ª Consocial
Apresentação
Delegados Nacionais
Adesões Estaduais
Vídeos
Reunião online
Home


Propostas:

Nacional
Acre
Alagoas
Amapá
Amazonas
Bahia
Ceará
Distrito Federal
Espírito Santo
Goiás
Maranhão
Mato Grosso
Mato Grosso do Sul
Minas Gerais
Pará
Paraíba
Paraná
Pernambuco
Piauí
Rio de Janeiro
Rio Grande do Norte
Rio Grande do Sul
Rondônia
Roraima
Santa Catarina
São Paulo SPO
Sergipe
Tocantins

Contato: andre61@gmail.com

Seminário “Controle e participação na gestão pública municipal: a criação de um conselho de transparência para São Paulo”
Data: 30 de julho de 2013, terça-feira
Horário: 18h30 às 21h30
Local: Sindicato dos Engenheiros do Estado de São Paulo (Rua Genebra, 25 – Centro, São Paulo, SP - próximo à Câmara Municipal)

O Fórum de Transparência e Controle Social do Município de São Paulo apresentou algumas propostas que divergem do apresentado e que serão entregues a CGM em breve.


Entre as principais sugestões e preocupações apresentadas pelos representantes da sociedade civil, estiveram a garantia de legitimidade e ampla participação popular no futuro Conselho, a criação de uma Lei que o estabeleça a garanta sua continuidade frente a possíveis mudanças de gestão, e que o Conselho seja deliberativo, quando suas decisões tenham de ser obrigatoriamente acatadas pela autoridade responsável, e não apenas consultivo, quando exerceria um papel opinativo e indicativo de sua vontade sobre determinado assunto.

18h30 – Abertura
Mário Vinícius Spinelli – Controlador-Geral do Município

18h45 - 20h00 – Apresentações
Ana Cláudia Chaves Teixeira – Pesquisadora do Núcleo de Pesquisa em Participação, Movimentos Sociais e Ação Coletiva (NEPAC) da Unicamp - Desafios da participação social no Brasil
Helena Romanach - Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania (SMDHC) – A construção de um Sistema Municipal de Participação para São Paulo
Vagner Diniz – Gerente do W3C Brasil e representante da sociedade civil no Conselho Estadual de Transparência - Por que um conselho de transparência da gestão pública?


20h00 - 21h30 – Debate







 

 


 

01/08/2013 12h14

Prefeitura e sociedade civil iniciam processo de criação do Conselho de Transparência

Seminário reuniu representantes do Poder Público, de movimentos sociais e de entidades não-governamentais; conheça o cronograma do processo e saiba como participar
http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/controladoria_geral/noticias/?p=153495

Em Seminário realizado nessa terça-feira (30) no Sindicato dos Engenheiros do Estado de São Paulo, a Controladoria Geral do Município (CGM), órgão responsável pela promoção da transparência e prevenção e combate à corrupção na cidade, possibilitou um encontro entre representantes do Poder Público e da sociedade civil para debater a criação do Conselho Municipal de Transparência e Controle Social.

Organizado pela Coordenação de Promoção da Integridade (COPI), uma das quatro áreas estruturantes da CGM, o evento contou com a presença de 100 pessoas e representou mais um passo no processo de formação do Conselho, proposta presente no novo Programa de Metas da Cidade de São Paulo e uma das principais demandas da primeira Conferência de Transparência e Controle Social (Consocial).

Uma das convidadas a expor suas experiências, Ana Cláudia Teixeira, do Núcleo de Pesquisa em Participação, Movimentos Sociais e Ação Coletiva (NEPAC) da Unicamp, elogiou a iniciativa da Prefeitura. Durante sua apresentação, cujo tema foi os desafios da participação social no Brasil, Ana Cláudia trouxe dados sobre o funcionamento dos conselhos no Brasil e sua incidência nas políticas públicas. Acesse aqui a apresentação de Ana Cláudia Teixeira.

“Na cidade de São Paulo, existem atualmente cerca de 40 tipos de Conselhos e esta massa de gente que participa destes grupos é muito maior do que o número de vereadores e deputados que compõem o nosso Legislativo. Portanto, os conselhos, se bem organizados, podem ter um grande poder de incidir sobre certas políticas públicas e fazer do Brasil um grande laboratório participativo e social”, avaliou a pesquisadora.

Também presente ao Seminário, a assessora técnica da Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania, Helena Romanach, falou sobre as ações adotadas pela atual administração visando incentivar a participação social nas políticas públicas da cidade de São Paulo. Uma das principais atribuições da recém-criada Secretaria é a construção de um Sistema Municipal de Participação Social, que articule os espaços, instâncias e processos participativos na cidade.

“A criação dos Conselhos é um dos temas que planejávamos discutir, visando aumentar ainda mais a participação da sociedade nos processos de mudança de nosso município”, explicou Helena.Acesse aqui a apresentação de Helena Romanach sobre a estrutura da Secretaria.

Por sua vez, o gerente da W3C Brasil, Vagner Diniz, compartilhou suas experiências como um dos representantes da sociedade civil no Conselho Estadual de Transparência. “Creio que a maior conquista que obtivemos até o momento na esfera estadual foi a revisão de toda a legislação que afronte o princípio de transparência pública”, comentou Diniz.

Entre as principais sugestões e preocupações apresentadas pelos representantes da sociedade civil, estiveram a garantia de legitimidade e ampla participação popular no futuro Conselho, a criação de uma Lei que o estabeleça a garanta sua continuidade frente a possíveis mudanças de gestão, e que o Conselho seja deliberativo, quando suas decisões tenham de ser obrigatoriamente acatadas pela autoridade responsável, e não apenas consultivo, quando exerceria um papel opinativo e indicativo de sua vontade sobre determinado assunto.

Próximos passos
A partir de agora, o cidadão paulistano terá 10 dias para enviar suas contribuições pelo formuláriohttp://tinyurl.com/consultacgm. Todas as respostas enviadas estarão disponíveis emhttp://tinyurl.com/respostas-consultacgm. Entre 11 e 31 de agosto, a CGM vai construir a primeira versão da Minuta de Decreto que criará o Conselho. Uma Audiência Pública para apresentação da Minuta está prevista para o dia 10 de setembro, que ainda poderá passar por mudanças conforme sugestões da população. O texto final deverá ser divulgado pela Prefeitura a partir de 4 de novembro.

Em cada uma das etapas, haverá sistematização das sugestões recebidas e devolutivas que justifiquem as opções apresentadas nas minutas. Acesse aqui o cronograma detalhado do processo: http://tinyurl.com/cronogramacgm. Além disso, nos próximos dias, a CGM ainda disponibilizará a íntegra do áudio do evento e um vídeo com registros do debate.


Municipal de Transparência e Controle Social

A Controladoria Geral do Município de São Paulo (CGM) deu início a um processo participativo para a criação de um Conselho Municipal de Transparência e Controle Social.

No dia 30 de julho de 2013, durante o Seminário "Controle Social e Participação na gestão pública municipal: a criação de um conselho de transparência para São Paulo", a CGM apresentou um detalhado cronograma para esse processo. O documento pode ser acessado aqui: tinyurl.com/cronogramacgm.
http://tinyurl.com/cronogramacgm

Conforme o cronograma, entre os dias 1 e 10 de agosto será possível apresentar contribuições para subsidiar a construção da primeira minuta.

Esse processo seria feito pelo e-mail consultacgm@prefeitura.sp.gov.br, mas durante o seminário foi sugerida a adoção de um mecanismo que permitisse a visualização de todas as mensagens enviadas. Um formulário foi aberto para receber contribuições às questões orientadoras (ou outros comentários livres) até a meia-noite do dia 10 de agosto. http://tinyurl.com/consultacgm

- Lembramos que todas as sugestões apresentadas durante o seminário já serão sistematizadas e consideradas no processo.

- Contribuições enviadas para o e-mail consultacgm@prefeitura.sp.gov.br até 10 de agosto serão incluídas no formulário pela equipe da CGM;

- Todas as contribuições apresentadas no processo serão incluídas em seu formato original como anexo das devolutivas.

- As respostas já enviadas pelo formulário podem ser consultadas e copiadas em: tinyurl.com/respostas-consultacgm
http://tinyurl.com/respostas-consultacgm